A Eléctrica, Lda | Instalações de pintura | Tratamento de superficies | Cabines de pintura | Túneis de secagem e polimerização | Transportadores aéreos e no solo | Estufas | Máquinas de secagem | Máquinas de desengorduramento | Cabines de insonorização | Aquecimento fabril | Ventiladores industriais | Bombas centrifugas

    Português (pt-PT)English (United Kingdom)

A HISTÓRIA

A Eléctrica, Lda., foi fundada por António Dias Costa em Fevereiro de 1924 na sequência da transformação da empresa DIAS COSTA & C. que datava de 1914.

Foi declarado como objecto da empresa o comércio, aluguer e reparação de automóveis, instalações eléctricas, podendo ainda explorar outros não especificados.

Após a segunda guerra mundial (1946/47) iniciou-se o fabrico das primeiras bombas centrífugas, inicialmente de baixa pressão.

Em 1952/53 já se fabricavam bombas de alta pressão assim como compressores de ar e outro equipamento diverso (máquinas “corta-mato”, aspersores, etc.).

Em 1957 iniciou-se o fabrico de cabines de pintura equipadas com bombas AE 800 verticais.

Em 1960 começou o fabrico de estufas, túneis e máquinas de lavar (TTS). O fabrico deste equipamento industrial levou grande incremento na década de 60 com o início das montagens de automóveis em Portugal.

Em 2003 a A Eléctrica, Lda passou a estar certificada pela APCER segundo a norma ISO9001:2000.

Em 2011 obteve o Alvará de empresa construtora de estruturas metálicas.

Actualmente a A Eléctrica, Lda concebe, fabrica e monta equipamentos inovadores e com elevada tecnologia para vários tipos de industrias. Contamos entre os n/ clientes conceituados grupos industriais portugueses e multinacionais.

Outras indústrias metalomecânicas e não só adquiriram também equipamentos fabricados pela A Eléctrica, Lda..

Nos últimos anos desenvolveu-se um processo de internacionalização da empresa que nos permitiu já a exportação de importantes equipamentos para os mais variados países, nomeadamente, França, Alemanha, China, Brasil, etc..



 

Em caso de litígio de consumo, o consumidor pode recorrer à seguinte entidade de resolução alternativa de litígios de consumo: Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Vale do Ave. Mais informações em www.triave.pt.

Este website usa cookies. Para saber mais sobre os cookies veja a nossa politica de privacidade. Carregue em aceitar para navegar neste website

Informação legal no site da Autoridade Nacional de Comunicações